Como usar as redes sociais de forma segura

O Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e outras diversas redes sociais fazem parte do nosso dia a dia. Costumamos acessá-las por meio de um telefone, computador ou tablet para ver o que acontece com a nossa família e amigos. No entanto, quase nunca pensamos sobre os riscos que existem dentro delas e como podemos evitá-los.


Por causa do número de pessoas conectadas à redes sociais, elas se tornaram um meio usado pelos criminosos para atacar suas vítimas. Mas como eles fazem isso?


Risco nas redes sociais


Vírus: Os códigos maliciosos, vírus e trojans são usados para acessar o computador da vítima e assim roubarem informações confidenciais ou senhas. A propagação destes vírus é feita através de mensagens, principalmente no Facebook, que nos encaminham à links falsos ou usando linguagem de programação Java que solicita o download e a instalação de arquivos maliciosos no computador.


Pishing: Este método consiste em roubar informações usando uma identidade falsa. Embora essas ações criminosas sejam mais comuns em mensagens de e-mail, os criminosos podem criar contas de bancos falsas no Twitter ou Facebook para fazer uma pessoa acreditar que é verdadeira e lhe convida a atualizar dados ou acessar o websites (falsos), como uma armadilha.


Perseguição: Quando temos informações, fotos ou vídeo visíveis para todos nas redes sociais, podemos ser vitimas de um perseguidor. Se não configuramos as privacidades nas redes sociais, qualquer um pode acessar tudo o que é publicado, o que pode se tornar um problema e um risco para nossa integridade.


Roubo de informações: Em nossas redes sociais costumamos compartilhar muitas informações como onde vivemos, quem somos, onde estamos, o que compramos, o que comemos, e assim por diante. Talvez não seja um grande risco, como compartilhar uma senha ou um número de cartão de crédito, mas com esses dados alguns cibercriminosos criam perfis falsos para acessarem pessoas próximas e atacarem. Para evitar isso, configure seu Twitter, Facebook e outras redes sociais para que apenas seus amigos vejam suas mensagens. Caso você queira que todos vejam suas informações, fique atento a quaisquer irregularidades e reporte contas falsas.


O que fazer para prevenir riscos?

  • Quando você abrir um link que estiver nas suas redes sociais, verifique se o domínio está correto e identificado com o código HTTPS no inicio, isso indica que não é uma página falsa e lhe dará mais segurança na utilização.

  • Instale um antivírus e o mantenha sempre atualizado. Este é o principal mecanismo de defesa contra vírus e códigos maliciosos que circulam na rede.

  • Configure as configurações de privacidade das suas redes sociais, deixando poucas informações visíveis para pessoas que você não conhece.

  • Não siga nem aceite contas de estranhos nas suas redes sociais. Isso impede que você receba mensagens que ponham em risco sua segurança.

  • Use sites de busca dentro das redes sociais para encontrar informações sobre arquivos ou mensagens consideradas suspeitas. Na maioria das redes, é comum que os usuários compartilhem opiniões sobre estes casos.

  • Não preencha formulários que prometem prêmios ou dinheiro em troca de informações.

  • Use senhas seguras com combinações de letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres. Lembre-se que este é o principal meio de se proteger na Internet.

Lembre-se de que: ainda que os cibercriminosos sejam muito cuidadosos, está em nossas mãos cuidar da segurança que aplicamos à nossas informações.


Baixar e compartilhar arquivos com segurança

Fotos, vídeos e documentos são coisas que recebemos e enviamos quase que diariamente por e-mail, WhatsApp, redes sociais e outras ferramentas que a Internet oferece. É claro que quando fazemos isso, não queremos que esses arquivos caiam em mãos de estranhos. Mas o que fazer para que outras pessoas não vejam esta informação?

A primeira coisa que devemos saber é que quando baixamos um arquivo, ele passa totalmente da internet para seu computador, por isso é importante ter precauções para que um arquivo não execute um programa malicioso no seu aparelho. Estas recomendações deixarão as coisas mais claras, observe:

  • Instale um programa antivírus e tente mantê-lo sempre atualizado. Isso lhe ajudará a saber se um arquivo que você estiver baixando é seguro ou não.

  • Não baixe arquivos de sites suspeitos na Internet. As vezes ficamos tentados a baixar séries ou filmes da moda, mas fazer isso ilegalmente pode nos prejudicar e muito.

  • Se o arquivo chegar através de um e-mail, verifique se o remetente é de confiança, não baixe o arquivo até ter certeza do seu conteúdo.

  • Tenha cuidado com certos tipos de arquivos que aparentam ser uma coisa mas na verdade são vírus. Evite baixar arquivos que terminam em .exe, .scr, .bat, .com ou .pif, a menos que você tenha certeza do conteúdo.

E quando compartilhar um arquivo ...

Para compartilhar documentos seguros use serviços na Nuvem como o Google Drive ou OneDrive.

Também é muito importante que, quando desconfiar de algum arquivo recebido, não o encaminhe para evitar que uma possível ameaça circule na rede. Isso acontece muito com correntes, e-mails com prêmios ou sorteios inexistentes e com informações falsas como por exemplo, que vão cobrar por um serviço como WhatsApp ou Facebook. Se você não tem certeza da informação exclua esse conteúdo do seu computador.

13 visualizações0 comentário